É necessário perdoar !

quarta-feira, agosto 01, 2012

Quantas vezes você disse a alguém para perdoar a quem lhe magoou, mas você ainda não consegue perdoar os seus?
Falar para uma outra pessoa que ela deve perdoar quem um dia te magoou é simples, mas quando nós mesmos ( os que aconselham ) não nos damos a oportunidade de perdoar é algo a ser pensado. Perdão a ser liberado não é só para quem está ao nosso redor mas sim, para nós mesmos em primeiro lugar. E não vale julgar quem está para liberá-lo: 

"E por que atentas tu no argueiro que está no olho de teu irmão, e não reparas na trave que está no teu próprio olho? 

Lucas 6:41


No ato da crucificação, nosso Senhor livrou os que te acusaram e aos que o pregaram naquela cruz dando-lhes o perdão:

"E dizia Jesus: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. E, repartindo as suas vestes, lançaram sortes. "
Lucas 23:34

Ele estava no meio de dois pecadores. Veio ao mundo para alcançar a todos os pecadores, e quando chegou a hora de morrer ( para nos libertar ) morreu entre eles. Após a consumação por meio daquele grande ato, os que ali estavam caíram em si, e viram o erro cometido. Jesus com toda sua majestade e poder poderia ter guardado aquilo a ponto de ' vingança' , mas não ! Como sempre Ele nos ensina, sendo o mesmo como prova, o certo a se fazer. Dando o perdão com sua majestade e misericórdia.

Liberar o perdão não é fácil, e nós sabemos. Mas como posso perdoar quem me fez tão mal? Como posso esquecer algo tão merecido de rancor?
 - Nada ganhamos em odiar uma pessoa, contrário, nós perdemos e erramos. Deixamos de obedecer um 'mandamento' dado por Deus: 

"Se, porém, não perdoardes aos homens [as suas ofensas], tampouco vosso Pai vos perdoará as vossas ofensas”. (Mateus 6.15).

- E quantas vezes devemos perdoar?

Pedro fez esta pergunta a Jesus e sua resposta não poderia nos dar mais certeza da grandiosidade do amor d'Ele por nós, e que vivemos no tempo da graça de Deus:

“Senhor, até quantas vezes meu irmão pecará contra mim, que eu lhe perdoe? Sete vezes? Respondeu-lhe Jesus: Não te digo que até sete vezes, mas até setenta vezes sete” (Mateus 18.21,22) 

Podemos ter ouvido sobre este versículo inúmeras vezes, mas já parou pra pensar em seu efeito? Olha só:
70x7= 490 ,
Mesmo tendo um número exato esta resposta de Jesus dada e Pedro pode ser considerada de maneira representativa, pois não devemos perdoar apenas 7 vezes mais 70x7. Só pra lembrar: o ano tem 365 dias, então é perdão que só pra tu liberar ! ( rsrs ). Não significando que temos um estoque de perdão, mais sim infinito perdão, enquanto vivermos, a ser dado.
Então o que está esperando para se libertar dessa mágoa? Te deixa triste, afasta das outras pessoas e até de Deus. 

- Não me perdoo por coisas que fiz ! Como posso perdoar a alguém?

Acontece de sermos mais duros conosco de que com os outros. E por conta disso não nos perdoamos e consequentemente fazer o mesmo se torna mais difícil. Mas temos que lembrar que aquele que nos amou primeiro, também nos perdoou, morreu por nós e hoje somos livres. Sentiremos paz em perdoar a nós mesmo quando lembrarmos do amor maior, e renovar esse amor. Amor e perdão caminham juntos.
E daí somos curados da prisão da culpa, tornando -nos sensíveis ao perdão.

- TENTATIVA, ESFORÇO !

Essas são palavras de 'ponta pé' para o iniciar um perdão. As coisas passam, tudo muda e por conta de uma situação estagnamos em um tempo, e nossa mente ( acusadora ) nos culpa, e remói o que incomoda. É NECESSÁRIO perdoar.

"Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também 

Colossenses 3:13

- Mais não tem jeito... Doeu ( dói )  demais ! 

A mágoa nos afasta da real presença, além de não sentirmos bem a dar um bom testemunho cristão.  Se amarmos nosso irmão com o amor ensinado por Deus conseguiremos: “Amarás ao teu próximo como a ti mesmo” ( Mateus 22:39 ). Mesmo que demore um pouco.
Chegue junto daquele que deu a maior prova de amor a perdão. Se pensarmos Ele faz hoje por mim e por você. A cada dia nos perdoando pelas falhas, que são tantas, mesmo quando endurecemos o nosso coração para ouvi-lo em seus propósitos. 

- Perdoar é diferente de desculpar.

Desculpar NÃO se esquece, não vira a página. Apenas é um parágrafo correndo o risco de ser lembrado logo depois.
O perdão este é verdadeiro quando dado, se esquece e é virada a página dando a oportunidade de devolver a liberdade de mente e coração e escrever nova história, assim como Jesus fez e faz por nós.

Perdoar é impossível? Não! Difícil? Sim! Mas peça de coração disposto e aberto ajuda aquele que provou mais do que ninguém que é possível sim perdoar.Precisamos nos ver e ser como somos aos olhos de Deus e não segundo os nossos incorretos sentimentos.

Porque tu, Senhor, és bom, e pronto a perdoar, e abundante em benignidade para com todos os que te invocam. 

Salmos 86:5


Com Amor,
Um Xero'
( Twitter: @Camiila_molina )

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Twitter

Pinterest