Sobre o fim: ESPERANÇA

sexta-feira, fevereiro 12, 2016

Há esperança...
O amor nunca deixou de existir. 
É preciso encarar a vida com a inocência e simplicidade de uma criança.
Que ri, brinca e dança como se não houvesse tristeza que abalasse o "seu mundo".
Confiar em um Deus soberano, interceder e aceitar ser amado por Ele.
 Reclamar e apontar menos, despreocupar-se e agir.
Amar mais, muito mais.
Pois ainda há esperança.
E o amor nunca deixou de existir.


You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Twitter

Pinterest